• 26240006 1678242365554769 1234066487775539187 o 890x668
  • 10919770 399223626910995 1233225898771347685 o
  • mural
  • 1 890x501
  • 21768250 1572232952822378 6653725446142285100 n 890x668
  • 12316666 526928910807132 3002402164624395757 n
  • 10256234 699239676788381 6386711702528689137 n
Projeto: “Quando o Lixo vira Luxo”
Assunto: Projeto: “Quando o Lixo vira Luxo”
Data de Envio: 2013-01-04 11:32:18
Edição N #: 14
Conteúdo:
Janeiro 2013
newsletter_header

1

 

 

 

 

Iniciou-se em novembro no Centro Comunitário do Pico dos Barcelos, um novo projeto social, com o objetivo de recuperar e reutilizar peças diversas, nomeadamente, mobiliário, peças decorativas, peças de vestuário, entre outros, tendo a finalidade melhorar as condições de habitabilidade e conforto de famílias carenciadas.

 

Este destina-se a pessoas ou famílias residentes na freguesia de Santo António que se encontram em situação de vulnerabilidade social ou carência económica, e é desenvolvido por técnicos da área social da Sociohabitafunchal, E.E.M., moradores do Conjunto Habitacional do Pico dos Barcelos e voluntários.

 

“Quando o Lixo vira Luxo” conta com parcerias das Juntas de Freguesia, IPSS (Caritas), Associações/Grupos Juvenis, Artistas, Empresas e Particulares.

 

O seu desenvolvimento passa ainda pelos seguintes objetivos.

  • Sensibilizar a comunidade/empresas/instituições, envolvendo-as no projeto, doando peças diversas que já não tenham utilidade (velhas/usadas);
  • Recorrer ao banco de voluntários, bem como à comunidade a fim de apoiar na recolha e transformação de peças doadas;
  • Envolver Artistas Plásticos e Designers, a fim de contribuírem com o seu talento na recuperação de peças, as quais serão leiloadas com o intuito de angariar fundos para aquisição de material de desgaste.
  • Atribuir as peças recuperadas no projeto a fim de serem atribuídas às famílias carenciadas devidamente identificadas pelos Técnicos da Área Social;

 

Os primeiros trabalhos estiveram expostos na X Feira das Vontades no passado mês de dezembro, no Jardim Municipal do Funchal.

 

 

       Foto1 Imagem5